segunda-feira, 29 de maio de 2017

Entrevista Negritude Junior


Galerinha, no último final de semana rolou a Virada Cultural Paulista em Marília, eu estive por lá cobrindo o evento e entrevistando os artistas que se apresentaram. O especial Virada Cultural 2017 terá três entrevistas e a primeira é com o grupo Negritude Junior.

Foi uma honra poder conhecer mais sobre a trajetória deles nestes 31 anos de estrada. Eles todos, desde a empresária até o produtor, todo mundo foi muito atencioso e querido comigo, sem dúvida foi uma das melhores entrevistas que eu já fiz. Venham conferir que tá linda demais:



Deu pra sentir como tava a vibe do show né? E para quem quiser ficar por dentro de todas as novidades é só acessar o SITE OFICIAL do grupo. 

Espero que tenham gostado e durante a semana vou postar o meu bate papo com a dupla Hugo e Tiago e com a banda Far From Alaska.

Beijo enorme e boa semana!

Káh. 

sábado, 27 de maio de 2017

Entrevista Uyara - A Banda Mais Bonita da Cidade


Oi galerinha, tudo beleza por ai? Bom, a entrevista de hoje é com a querida Uyara, da Banda Mais Bonita da Cidade. Atualmente, a banda segue se preparando para mês que vem lançar seu terceiro álbum de estúdio intitulado "De Cima do Mundo Eu Vi o Tempo". 

Na entrevista conversamos sobre o começo da banda, sobre ser independente, sobre o sucesso da música Oração e muito mais. Tá super legal, venham conferir!



E para irmos entrando no clima do que está por vir com o novo CD, eles divulgaram o primeiro videoclipe, da música "Tempo".



E aí curtiram? Eu adorei poder conhecer mais sobre a Banda Mais Bonita da Cidade e para ficar por dentro das novidades e até comprar CDs, camisetas e etc na lojinha da Banda, basta acessar o SITE OFICIAL. Fiquem ligados para as próximas entrevistas.

Beijos da Káh.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Entrevista Rosa de Saron


Galerinha, sábado passado teve o 1º Recomeçar em Pompeia, que reuniu muitas pessoas para falar de Deus e também muita música boa. Como prometido para vocês, eu fiz a cobertura do Recomeçar e aproveitei para conversar com a Banda Rosa de Saron, que encerrou o evento com o show "Acústico e Ao vivo 2/3", 

Em entrevista, conversamos sobre a mensagem que eles querem passar para os fãs e a responsabilidade de falar sobre Deus com suas músicas. Para conferir basta apertar o play:



E você que é fã do Rosa de Saron, fique por dentro de todas as novidades acessando seu SITE OFICIAL.

E aí gostaram? Eu amei poder reencontrá-los, como sempre foi muito especial.

Beijos e boa semana,
Káh.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Entrevista Allana Macedo


Hello galera! Como prometido, hoje trago a segunda entrevista do especial "Noite das Patroas" que rolou na Clover Music. Outra cantora que esteve se apresentando por lá foi a querida Allana Macedo, que atualmente está divulgando seu single Direitos Iguais. 

No bate-papo, rolou perguntas sobre seu primeiro contato com a música, de onde vem a inspiração para compor e muito sobre o poder feminino. Venham conferir:



Para quem quiser acompanhar a agenda de shows e todas as novidades sobre a Allana, basta acessar seu SITE OFICIAL.

E bora assistir o clipe de Direitos Iguais né?



Curtiram a entrevista e o clipe? Espero que sim!

E vai ter entrevista com Rosa de Saron héin! Não percam. :)


Um beijo enorme e boa semana <3 font="">
Káh.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Entrevista Karol Kavic


Galerinha, o Universo Teen está mais girl power do que nunca. Nesta semana terá duas entrevistas com as cantoras que estiveram se apresentando na Clover na "Noite Das Patroas". A primeira entrevista é com a Karol Kavic.

Nós conversamos sobre o seu começo na música, suas influências, novidades e muito mais! É só apertar o play:



Para conhecer mais sobre o trabalho da Karol, basta acessar a sua Fan Page e se ficou interessado, aqui deixo o seu clipe:



Espero que tenham curtido e fiquem ligados que ainda nesta semana sai a segunda entrevista do especial Noite Das Patroas da Clover Music.

Beijos beijos,
Káh.

sábado, 6 de maio de 2017

Especial Dia das Mães com Dona Jacira



Galerinha, já sabem que dia está chegando né? Semana que vem é o Dia das Mães e para comemorar resolvi convidar a Dona Jacira para saber um pouco mais sobre como é ser mãe, em especial do Leandro, mais conhecido como EMICIDA.

Conversamos sobre vários assuntos como a sua relação com o Leandro antes e depois da fama, seu apoio em sua carreira e de quebra conhecemos muito mais sobre a história da família Roque.



UNIVERSO TEEN: Para a senhora, qual é o verdadeiro significado do dia das Mães?
Dona Jacira: Eu tenho um afastamento de todas estas datas comerciais porque nunca me vi nelas e eu não entendia o porquê, só fui me posicionar quando passei estudar o racismo e suas consequências. Minha mãe foi abandonada por minha vó por causa da cor da pele (minha avó era loira) minha mãe nasceu negra, porque meu avô era negro. Então dia das Mães em casa era dia comum, ainda é, e eu sou do mesmo jeito com meus filhos, quero respeito carinho o ano inteiro só neste dia não me interessa e outra eu peço tudo o que gosto o ano inteiro. Só lembrei da data porque você falou, e quando eu assistia tv nunca vi comercial com mulher negra e hoje eu nem ligo a tv. Então respondendo a sua pergunta não vejo importância nesta data.

UT: Qual o melhor presente que um filho pode dar para sua mãe?
Dona Jacira: Eu sou uma mulher privilegiada e isto é um presente, eu ensinei e eles entenderam, eu falo e eles e elas ouvem, nem sempre concordamos, mas há entre nós muito respeito, isto para mim é um presente.

UT: Como era a sua relação com o Emicida antes da fama, sempre foram próximos?
Dona Jacira: Nossa relação era comum como mãe e filho ainda mais porque ele estava aqui em casa, portanto mais perto. Depois surgiu não uma diferença mas um distanciamento, ele casou teve a filhinha (quando ele casou ainda morava aqui em casa, saiu depois). Nossa relação é de mãe e filho de acordo com as nossas características, nunca deixei de cobrar dele as mesmas obrigações que os outros também tinham. Minha casa é uma casa que homem cozinha, lava, passa e o Leandro de quem estamos falando sempre foi muito engraçado, tímido, mais engraçado de raciocínio rápido, mas se eu tivesse que brigar eu brigava sim.

UT: Após o sucesso, mudou alguma coisa na vida da senhora por ser a mãe do Emicida?
Dona Jacira: Sim, houve muitas mudanças após o sucesso nem todas boas, o afastamento da gente é uma coisa necessária mas a meu ver negativa, mas isto acontece sempre que os filhos crescem, então se não fosse a carreira seria outra coisa. Uma coisa que aconteceu e eu não gosto são os assédios de pessoas pedindo coisas, porque são muitos e principalmente quando não é possível ajudar a pessoa sai falando muita besteira, as cobranças são eternas também. As coisas boas são bem maiores como o orgulho de ver que tudo vai indo bem e o que favorece bastante a mim e a minha família, a melhora constante fazendo com que nós tenhamos acesso à uma vida melhor, vê-los aparecer na tv, no rádio, sair do brasil e liderar uma empresa, tudo isso me deixa muito orgulhosa. Quando vejo e sinto que a empresa começou na sala da minha casa e está onde está, crescendo e crescendo, só agradeço a todos os meus deuses africanos e a todas as entidades que nos guiam, nós vencemos as estatísticas! Muito orgulho, eu não consigo falar só do Leandro porque até na formação da empresa toda família se faz presente, até ele subir no palco ou embarcar no avião nós estamos lá nos bastidores.

UT: A senhora está sempre acompanhando a carreira dele, já até participou de alguns clipes, você sempre acreditou no seu talento e o incentivou a seguir seu sonho?

Dona Jacira: Leandro sempre disse que não seria empregado, isto desde muito pequeno, para você ter uma ideia ele não pedia dinheiro dado, pedia emprestado e dizia que pagaria assim que pudesse. Nasceu desenhando sozinho sem fazer aula, sempre muito falante chegou a me dar trabalho com as professoras porque segundo elas ele falava demais, foi preciso que eu abrisse um processo contra a diretora de uma escola dele para ela deixar de persegui-lo. Quanto à carreira, eu sempre tive em mim a ideia de que o homem nasce para vencer fazendo o que ele gosta ou seja realizando os seus sonhos, só que comigo não deu certo, eu não tive apoio e isto me deixou com o pé atrás quanto ao futuro dos meus filhos, ia depender muito de cada um e eu não teria dinheiro para pagar faculdade e também nem acredito nela, na minha família até mesmo com exemplo da minha mãe somos autônomos, mas nunca regularizamos nossas funções, já os meninos regularizaram o comício deles porque eles vivem outra época. Eu tive medo de não dar certo e ele se frustrar e cair na bebida como o pai ou na depressão que é o mau do século e eu não poder ajudar. Tive medo de não dar certo sim porque daqui onde a gente vem tudo só empurra para o abismo.

UT: Como a senhora é recebida pelos fãs dele?
Dona Jacira: Meu relacionamento com os fãs tem variações. Têm os fãs que gostam de mim e me respeitam, me cumprimentam e é só isso, mas tem uma coisa que me incomoda é ser chamada de mãe do Emicida. Eu não sou mãe do Emicida, sou mãe do Leandro, o Emicida é filho de criação de Leandro, então quando muito ele é meu neto.
Têm pessoas que me abordam de um jeito agressivo querem que eu traga recados, CDs, que arranje trabalho, que favoreça privilégios que não estou à altura de arranjar, aí ofendem e dizem bobeiras. Tem um grupo que me trata muito bem, se eu estiver na companhia deles logo em seguida nem lembram quem sou. E tem as pessoas que afirmam que o Leandro escreve e eu só boto o meu nome e a estes que eu não devo satisfação só ignoro. Como você vê, tenho uma variação de pessoas ao meu redor por conta da fama dos meus filhos e a procura de vantagens, mas algumas é afeto sincero.

UT: Quais os pontos positivos e negativos de ser mãe de um artista?

Dona Jacira: A distância é muito ruim, algumas companhias também, uma coisa que não acostumo é de ter perdido o nome de Jacira para “mãe do Emicida”, preciso ser chamada pelo meu nome. A grande vantagem em ver meus filhos progredindo com um ensinamento meu que era ‘siga o seu sonho’ fez com que eu saísse da frustração e voltasse a investir no meu sonho que eu havia enterrado achando que já havia passado o tempo pra mim e eu voltei a crer em mim como escritora como pesquisadora e tanto procurei que já vou lançar meu primeiro livro ainda este ano. Consegui trazer pessoas para trabalhar comigo e fico muito feliz toda vez que recebo uma oportunidade que estou buscando. Meus filhos são minha inspiração para vida, antes de tê-los, minha vida não tinha sentido, eu nem queria viver mais, só mudei de ideia quando os tive. Eu nem me sinto mãe, eu sou uma mulher formada em desenvolvimento humano que é arte de criar os filhos de perto, acompanhá-los, corrigir, castigar se precisar, era tudo o que eu podia dar a eles porque abri mão de qualquer formação, não gosto de creche, nunca os quis criados por pessoas que eu não conheço, por esta razão nunca tive dinheiro só pude dar a eles a minha companhia e acho que deu certo porque até nas bizarrices somos idênticos.

UT: Deixe um recadinho para todas as mamães que estarão lendo esta entrevista.
Dona Jacira: Deixo meus parabéns a todas as mães que de sua forma lutam pelas suas crias, eu tenho meu jeito de pensar, mas cada uma tem o direito de pensar como quiser. Parabéns as mães de todo mundo!




Espero que tenham gostado, para mim foi um honra poder fazer esta entrevista!

Um beijo e um abraço para as mães de todo o Brasil! Aquele clichê de sempre, mas todo dia é dia de vocês! <3 br="">

'  Káh.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

1º Recomeçar Pompeia


Galerinha, já estão sabendo do "1º Recomeçar Pompeia"? Eu estarei lá cobrindo o evento no dia mas enquanto isso, deixa eu explicar para vocês o que é o Recomeçar!

Dia 20 de Maio vai rolar um evento em Pompeia (SP), que contará com diversas atrações, como o show acústico da Banda Rosa de Saron. Além disso, terão as seguintes participações:
- Abertura com Pe. Márcio Rios
- Pregação/Show com Pe. Wilson L. Ramos (Dracena/SP)
- Louvor e Adoração com Pe. Márcio Rios (Pompeia/SP)
- Show com João Anjos
- Participação Wladimir dos Anjos da Missão Paraclitus (Dracena/SP)
No local haverá uma praça de alimentação em prol da Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompeia. 


E pra você que tem uma turma de amigos que vão ao show, que tal fazer uma caravana? O coordenador ganhará uma entrada e uma camiseta, para isso é preciso entrar em contato com Wladimir pelo telefone (18) 99784-8398.


Agora deixo informações úteis sobre o Recomeçar Pompéia:

Data: 20 de Maio de 2017
Horário: inicio às 15h.
Local: Arena de Esportes e Eventos de Pompeia
 

Pontos de Venda:
Secretaria Paroquial (Pompeia) - Tel. (14) 3452-1159
Site do evento: www.recomecarpompeia.com.br
TK INGRESSOS: www.tkingressos.com.br
Promoters do Evento (lista com nome e telefone de contato com os promoters de cada cidade)

Luis Fernando (Pompeia-SP) - (14) 99723-4005
Amanda Sampaio (Pompeia-SP) - (14) 99622-4984
João Anjos (Pompeia-SP) - (14) 99707-4831
Paula Rodrigues (Pompeia-SP) - (14) 99620-1670
Giovana Balhes (Pompeia-SP) - (14) 99623-5557
Eduardo Ignácio (Pompeia-SP) - (14) 98165-6163
Lucas Carmo (Pompeia-SP) - (14) 99857-4909
Maicon Reis (Pompeia-SP) - (14) 99849-5833
Françoise (Pompeia-SP) - (14) 99685-8199
Wladimir dos Anjos (Dracena-SP) - (18) 99784-8398
Barbara Pedroso (Oriente-SP) - (14) 99707-9782
Daniel O. Santos (Oriente-SP) - (14) 99764-7502
Bruna Arf (Marília-SP) - (14) 98122-7173
Guilherme Alves (Marília-SP) - (14) 99827-8586
Livia G. Ros (Marília-SP) - (14) 99825-6854
Samuel Martins (Marília-SP) - (14) 99710-0445
Pedro Scaliante (Quintana-SP) - (14) 99636-0805
Vanda (Tupã-SP) - (14) 99722-2129
Antonio Mansilhas (Rinópolis/SP) - (18) 99630-9366
Vitória (Vera Cruz-SP) - (14) 98173-3031
Kener Monteiro (Caieiras-SP) - (11) 99414-4848
Diego Rodrigues (Osvaldo Cruz-SP) - (18) 99742-3813
Reynaldo Cruz (Assis-SP) - (14) 99740-0718


E aí, já garantiu seu convite? Corre que ainda dá tempo. E logo mais eu volto com as novidades sobre tudo que rolou no evento.

Beijos e até lá ;)

Káh.
Related Posts with Thumbnails