sexta-feira, 1 de abril de 2011

Shows Internacionais

Bom Galerinha, hoje trago um post mega especial para vocês, mas quem o escreveu foi a minha querida amiga Clara Coutinho, fã da Lady Gaga. A Clara teve a oportunidade de ir no show da Lady Gaga em Lisboa, no Pavilhão Atlântico e agora vai contar para vocês como foi...
Há só uma observação, a Clara foi ao show da Lady Gaga, vestida de Lady Gaga!




O Show da Lady, conhecida com suas tamanhas extravagâncias, maluquices, etc... não poderia começar com uma abertura diferente. Como aquecimento dos malucos : Lady Starlight , tocando sucessos de bandas como Queens e Guns N´Roses.


Logo depois Semi Precious fizeram juz a uma platéia de 18.500 pessoas.


Semi Precious Weapon, mostraram glam rock extremado. O vocalista Justin Tranter deixou bem claro: "Nós somos os Semi Precious Weapons, de Nova Iorque, e a nossa tarefa é deixar todas as pessoas de Lisboa molhadas e excitadas para receber Lady GaGa".

Justin em todo momento ofendia a platéia, mas claro, de uma maneira toda carinhosa. E nos bastidores confessaram que não esperavam ver tanta gente.
São completamente loucos no palco, mas tenho que dizer que foi lindo ver a música lenta com todos a iluminar o Pavilhão Atlântico aqui em Portugal. Adorei a rebeldia e ousadia deles, uma extravagância ainda não polida, principalmente do vocalista!

Depois disso, uma grande tela cobriu o palco, e a música começou com uma grande contagem regressiva.
I´m free bitch!!!

Logo em seguida, radiante com sua jaqueta roxa, desceu as escadas e começou Glitter & Grease.

Já sem a jaqueta, somente num colant de oncinha roxa. Abriu o capo do carro que faz parte do cenário de seu palco, tocou alguns acordes no teclado e começou Just Dance.

Muito se fala de Lady Gaga, que é um fenómeno passageiro, que não traz nada de novo à música, blá, blá, blá .... a verdade é que quem viu este concerto percebe o porquê do seu sucesso. Tem uma voz que aguenta diferentes registos, de momento pode falar com a maior doçura e três segundos depois parece uma insana a berrar, uma figura interessante que faz juz ao carinho dos fãs, neste show presenciamos como ela retribui o afeto do fã que levou um cartaz avisando que era seu aniversário, a La Marilyn Monroe, cantou Happy B-Day a ele.


O guarda roupa é simplesmente divino, ombros largos... grandes estruturas, freira transparente... um collant com cabelos com o centro como se seu coração tivesse sido arrancado pelos bailarinos, justo na música Monster,

e não posso esquecer de comentar sobre a mudança de roupa em instantes dentro de um grande telão, onde de um conjunto preto, surge com o vestido VIVO.

Os bailarinos brilhantes, posso dizer que eles simplesmente não possuem um papel de dançar no palco, mas quem os vê acredita que o espetáculo Monster Ball é estar em um outro mundo, onde cada figura que está no palco tem seu personagem, independente da Lady.
Os cenários pareciam tirados de um filme de Hollywood , principalmente na performance de Alejandro onde temos árvores gigantescas pontiagudas e uma indefesa Lady Gaga com vestido verde quase atacada por um Fame Monster em Paparazzi.
Acima de tudo, destaco a comunicação COM O PÚBLICO, o carinho que ela demonstrou com os fãs, entregando algumas coisas, guardando outras e estando próxima fisicamente de todos, é algo que não se vê muitos artistas fazerem (nem aqueles com carreiras robustas de anos). Esforçou-se para falar português e, passou mensagens que até parecia uma palestra de como aumentar a auto-estima, já como um ínicio a sua nova fase BORN THIS WAY!
Os discursos que fez foram muito coerentes, válidos e importantes na sociedade atual.
Pensar bem naquilo que somos por oposição ao que queremos parecer. Foi, como ela disse, um hino à liberdade: cada um é como é e ninguém tem nada a ver com isso!

Foi simplesmente inesquecível. Ela mostrou ser muito profissional, atenta a todos os promenores, humilde (não se esqueceu de agradecer o apoio de todos os técnicos, todos mesmo), empenhada em dar o seu melhor e genuínamente. Conseguiu mostrar o lado humano que muitas vezes não transparece nestas situações!

obs: Descobri somente dias depois que o ilustrissimo fotografo Terry Richardson estava fazendo a cobertura fotográfica da turnê, e estava presente nesse show.
E simpático foi fotografado com o GATISSIMO do Rafael Maurício. Blogueiro do Batom num Palheiro.


E pra finalizar... algumas fotos minhas na fila.



E você, foi em algum show INTERNACIONAL e quer contar como foi? Entre em contato com a gente e conte como foi!
Porque o VMT também é espaço de vocês!

Agradecimento especial á Clara Coutinho! <3
Espero que tenham gostado.

('Káh)

Um comentário:

  1. AAAAAAAAAAA MORRI,MORRI,MORRI,MORRI
    QUEEEEEEEEE LINDO *------------*
    MEU SONHO É IR NUM SHOW DA LADY GAGA, MINHA DIVA,LINDA,CANTORA,PODEROSA,GLAMUROSA,TALENTOSA E A MELHOOOOOOOOOOOOR DO MUNDO *-----------*
    AMEI A ROUPA DE LADY GAGA *---------*,LITTLE MONSTERS OS MELHORES FÃS *---* AAAAAAAAAAAAA QUE TUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUDO ♥♥♥♥♥


    Tai que ama LADY GAGA aqui,surtando por sinal :) kkk

    ResponderExcluir

• Deixe suas críticas e sugestões, obrigada desde já! ;)

Related Posts with Thumbnails